Tradicionalmente, os três primeiros graus de Aprendiz,Companheiro e Mestre são considerados como o pedestal da Franco-Maçonaria e constituem um verdadeiro conjunto simbólico.

 

No entanto,há três séculos, a tradição maçônica compreende também outros graus – que o uso consagrou sob a denominação de altos graus (Graus Laterais de acordo com a fórmula anglófona, dito de outro modo os Graus Paralelos).

Eles colocam em operação um simbolismo complementar ao da iniciação de ofício, que expressam uma dimensão muito mais esotérica, espiritualista e aqui especificamente hermetista.

 

Essas linhas visam, pois, a apresentar os altos graus da Franco-Maçonaria.

 

APRESENTAÇÃO

O Soberano Santuário do Brasil  é uma estrutura internacional de Altos Graus (Graus Laterais) independente de qualquer Obediência.

 

Seus Colégios são exclusivamente  masculinos . O Soberano Santuário do Brasil limita-se à transmissão e à prática dos graus que se seguem às Lojas Azuis, dito de outra forma do 4° grau ao 95° . 

 

Seus Colégios são, pois,reservados aos Franco-Maçons Mestres, de quaisquer Obediências que sejam, contanto que tenham sido iniciados de acordo com as regras tradicionais nos três primeiros graus (Aprendiz, Companheiro e Mestre)e de qualquer que seja seu rito de origem. É necessário  estar

ativo em uma Obediência Simbólica para trabalhar no seio do Soberano Santuário do Brasil,  conforme às regras morais da Ordem Maçônica.

QUEM SOMOS ?


Somos uma comunidade de homens animados pelo desejo de conhecimento,espiritualistas acostumados a passar tudo no exame crítico.

Para nós, a razão é uma ferramenta fundamental, desde que esteja a serviço das faculdades intuitivas que fazem parte da herança do homem.

Em uma coisa nós acreditamos: na existência de um Princípio ordenador divino, que com sua inteligência e amor dá forma e vida ao universo e a todos nós. Na tradição maçônica, é chamado de "Grande Arquiteto do Universo" ou "Sublime Autor dos Mundos".

Consideramos a política e a religião como dois temas que estão muito ligados ao contingente e muito propensos a criar divisões: por essa razão, não os enfrentamos em nossas reuniões, respeitando a liberdade de consciência de todos.

Trabalhamos para descobrir essa centelha divina dentro de nós, para nos tornarmos Mestres de nós mesmos e nos colocar a serviço da vida universal.

A Maçonaria Egípcia é o lugar que escolhemos para comparar nossas experiências e nossas dúvidas, bem conscientes de que - embora na via iniciática a pessoa não suba "amarrada" - a companhia de pessoas espiritualmente semelhantes a nós é um conforto necessário para não nos perdermos .

Repudiamos o bombástico e reticência daqueles que, em círculos esotéricos, usam fraudulentamente linguagens crípticas e alusivas ou se escondem atrás das experiências de outros iniciados: dentro de certos limites é possível falar claramente entre iniciados, mas aqueles que usam linguagem helicoidal freqüentemente querem fabricar armadilhas idiotas.

 

Tudo o que chega aos nossos ouvidos e aos nossos olhos é, portanto, aceito com o benefício da dúvida, até que seja finalmente experimentado. Mesmo que sejam Irmãos que nos precederam, a quem reconhecemos o título de Mestres do passado.

No entanto, estamos bem conscientes de que a Verdade é algo muito grande a ser transfundido nas palavras ou experiências dos indivíduos: os textos esotéricos são deliberada e corretamente sujeitos a serem interpretados em várias profundidades, bem como os símbolos que usamos na Loja.

 

O esforço individual para entender e implementar as leis sutis do universo, representadas em símbolos e textos esotéricos, é o único caminho para alcançar o Segredo da Maçonaria; um bom maçom, em vez da qualidade das respostas, é reconhecido pela qualidade das perguntas feitas.

A primeira das questões, de que mundo é o mundo e do que o homem é homem, é esta: 


quem somos ?

Desenvolvemos esses princípios em nossas Câmaras de Estudos Maçônicos organizados e distribuídos em graus que vão do 4° ao 95° .

Aceitamos e agregamos em nosso meio HOMENS que já chegaram  ao Grau de Mestre Maçom .