CONCEITOS PRELIMINARES SOBRE O RITO 

O Rito de Memphis é a forma mais aristocrática e hermética da maçonaria existente. 


O Rito Memphis é o depositário das tradições misteriosas do Mediterrâneo, com particular atenção às rotas iniciáticas egípcias e gregas. 
Ela exibe, harmoniosamente divulgadas, as principais correntes do esoterismo ocidental.

O Rito  de Memphis existe e funciona para um propósito: a custódia e transmissão do Fogo Sagrado.

 
O Rito de Memphis tem como base essencial a crença em um Poder Supremo, que é expresso e invocado com o nome de Sublime Criador dos Mundos.


Sua finalidade é a osirificação dos mestres maçons, e é governada ad vitam, de acordo com o costume centenário, por um grande Hierofante

O Grande Hierofante une simbolicamente as qualificações sacerdotais, mágicas e cavalheirescas, podendo - e graças aos meritórios - transmitir iniciações que conduzam ao sacerdócio gnóstico, à operabilidade alquímica e espiritual, e ao sagrado virtus da antiga cavalaria beneficiada; ele representa a cúpula organizadora do Rito, e tem os poderes e prerrogativas de poder garantir o bom funcionamento e a transmissão regular do depósito tradicional que ele teve a honra de receber e o ônus de perpetuar.

Na esteira da Tradição, o venerado Santuário Soberano guardará velada arca, cujo os segredos passaremos para os poucos que merecem os graus desta bela Escala de perfeição, para que os Irmãos de boa vontade possam passá-la aos que os perseguem, perpetuando os antigos Mistérios como a séculos e séculos.